Directo ao conteúdo
Ministério dos Negócios Estrangeiros da Finlândia

Embaixada da Finlândia, Lisboa: Info Finlândia: Gastronomia

EMBAIXADA DA FINLÂNDIA, Lisboa

Rua do Possolo 76-1°
1350-251 Lisboa, Portugal
Tel +351 21 393 30 40, Fax:+351 21 390 47 58
E-mail sanomat.lis@formin.fi
Português | Suomi | Svenska | facebook
Tamanho de letra_normalTamanho de letra_maior
 

A gastronomia - Pratos festivos e sazonais

Escrito para Virtual Finland (actual thisisFINLAND), por Anna-Maija Tanttu, autora de artigos sobre culinária e vinhos. Tradução: Maria Paula Lourinho, Departamento de Tradução da Universidade Lusófona, Lisboa.Revisão: Embaixada da Finlândia.

 

Os finlandeses esperam sempre qualquer coisa.

O Verão é a estação do ano que mais esperam, embora também as outras estações tenham as suas delícias e tradições culinárias próprias.

TomatoJaneiro é o mês das ovas de lota e dos blinis, servidos com natas azedas, ou smetana, e cebola finamente picada.

Muitos consideram a sopa de lota (típica do Inverno) como o prato mais distinto. A variedade da região de Kainuu é feita com caldo de carne, batatas, manteiga derretida e cebola picada (as sopas de peixe finlandesas, incluindo a de salmão, levam também leite ou natas).

TomatoFevereiro é um mês frio e exige a confecção de pratos mais pesados: estufados, cozidos, carnes quentes, peixe, couve, salsichas e sopa de ervilhas.

"Laskiaispulla" - bolinho com maçapão e natas batidasLaskiaispulla - bolinho com maçapão e natas batidas

Aliás, durante o ano inteiro, a quinta-feira é o dia nacional da sopa de ervilhas (hernekeitto). Serve-se sopa de ervilhas nas cantinas, nos restaurantes, em casa e até no exército; sempre à quinta-feira. À sopa de ervilhas segue-se uma sobremesa de panquecas no forno (pannukakku) ou crepes com compota.

A 5 de Fevereiro, o dia dedicado a J.L Runeberg, o poeta nacional, vendem-se nas padarias as tortas de Runeberg (Runebergin torttu).

Na quinta-feira gorda, o dia que antecede o início da Quaresma, quando crianças e adultos se divertem juntos a andar de trenó, faz-se um bolinho especial chamado laskiaispulla (pão de leite doce com cardamomo), com recheio de maçapão e creme de natas batidas. 

"Mämmi" - pudim cozido no forno, aromatizado com malteMämmi - pudim cozido no forno, aromatizado com malte

TomatoEntre Março e Abril, a Páscoa colorida anuncia a chegada da Primavera. A especialidade finlandesa na Páscoa é o mämmi, um pudim cozido no forno, aromatizado com malte. Nesta época festiva, a mesa dos finlandeses apresenta pratos de borrego, galinha, ovos e outros pratos tradicionais como a pasha, a kulitsa e a baba, introduzidos na gastronomia pela pequena comunidade de gregos ortodoxos, no leste da Finlândia. As crianças aguardam ansiosamente os ovos Mignon, que são cascas de ovos verdadeiras, recheadas de chocolate.

TomatoDe Abril a Maio, os peixes desovam e nada em direcção às redes de pesca. O menu destes meses inclui a perca, o goraz e o lúcio.

No 1º de Maio, ou Vappu, celebra-se o Carnaval com sima — uma bebida fermentada, feita com água, limão e passas — e com vinho espumante (feito com groselhas brancas e groselhas verdes). Os bolinhos doces que se comem com a sima parecem esparguete dourado estaladiço e chamam-se tippaleipä

TippaleipäTippaleipä
SimaSima

TomatoEm Junho chega o Verão. As pessoas começam entaão a sair das cidades, em direcção das casas de campo à beira dos lagos, para passar os fins-de-semana ou as férias grandes. Se o tempo o permitir, o Verão pode-se sempre passar ao ar livre, fazendo barbecues, defumando carne e peixe para depois se combinar com legumes frescos, ervas aromáticas e batatas novas.

No Verão, a sauna é um recurso constante. O veraniante finlandês sai da sauna e vai dar um mergulho no lago, acabando a sessão de banhos com salsichas e cerveja ou, nos dias de hoje, com a cidra, que se popularizou nos anos 90. Ironicamente o chourição e considerado como o símbolo da dieta finlandesa e a cerveja tipo lager é a ideal após uma sessão de sauna. O segredo da cerveja finlandesa lager reside na qualidade da água e da cevada e na longa tradição do processo de fermentação. A cerveja é ainda fermentada em pequenas cervejarias locais ou instaladas em alguns restaurantes. A cerveja finlandesa sahti é menos saborosa, opinião partilhada com o especialista britânico em cervejas, Michael Jackson.

Festa da Véspera de São João. Fotografia: Comma PicturesÀ medida que o Verão avança, vão amadurecendo os primeiros morangos e aparecendo as deliciosas batatas novas, do tamanho da ponta de um dedo. São servidas quentes com molho de manteiga e aneto fresco. O delicado ruibarbo é o fruto da estação e entra na confecção das tartes. A festa de São João é a maior celebração do Verão. O reflexo das fogueiras nas águas do lago e a boa comida são a combinação ideal para um final de tarde perfeito: é claro que também lá estão as salsichas, o queijo especial do solstício, os crepes, o peixe fumado...

 
Kauppatori - Mercado ao ar livre. Fotografia. Raija PöyhönenKauppatori - Mercado ao ar livre
 
Lagostins da água doce. Fotografia: Raija PöyhönenLagostins da água doce.

TomatoEm Julho as bancas dos mercados estão repletas de ervilhas, morangos, mirtilos, amoras brancas silvestres, pepinos e tomates, todos no seu melhor, depois de amadurecerem durante longos dias ensolarados. Os legumes frescos cozidos no leite dão sopas de Verão deliciosas, seguidas sobremesas feitas com bagas silvestres servidas também com leite, natas ou requeijão.

Mas o pico da gastronomia de Verão é o começo da época dos lagostins da água doce, a 21 de Julho. Os finlandeses que vivem fora do país regressam nesta época do ano e reencontram os amigos nas festas do caranguejo, com aroma de aneto.

TomatoEm Agosto é o mês das colheitas. O mar Báltico oferece o arenque e a solha e os caçadores vão para o mato caçar. É também a estação dos passeios pelos bosques, para encher cestos com os cogumelos selvagens, que incluem as sanchas, as cornucópias, os boletos-bons e muitas variedades de cantarelos.

Apanhar os cogumelos é divertido. Fotografia: Matti TirriPor “direito universal”, todos podem apanhar os cogumelos e as bagas silvestres que desejarem. Os cogumelos comestíveis abundam nas florestas finlandesas e entram na confecção de excelentes receitas que vão passando de geração em geração.

 

TomatoEm Setembro, as cores do Outono dão à floresta um tom vermelho incandescente, graças aos mirtilos e aos arandos.

Típicas comidas de peixe. Fotografia: Raija PöyhönenAs vilas costeiras enchem-se de animação, graças aos mercados de peixe. Nas bancas vende-se peixe fersco e salgado, pão, meias e luvas feitas de lã de ovelha. As batatas estão na sua melhor época.

TomatoEm Outubro, a boga, o peixinho branco e o arenque báltico fornecem as ovas para o gourmet. O caviar de ovas vermelhas é dos melhores do mundo. Os caçadores do alce juntam-se para a caçada, com os cães de caça ansiosos para apanhar a presa. O borrego do Outono e o guisado de couve são particularmente saborosos nesta época do ano. O assado do domingo é o borrego, cozinhado em casa, lentamente, ou comprado pronto a ir para a mesa.

TomatoNovembro marca o início da estação sombria, mas também a proximação do Natal.em Novembro, podemos encontrar já alguns pândegos a celebrar o pikkujoulu, ou pequeno Natal, uma festa oferecida pelos patrões, como antecipação das indulgências do Natal.

TomatoGlögg. Fotografia: Studio Fotoni OyDezembro é o mês da amizade. Fazem-se festas de entrada livre, para saborear glögg, uma bebida forte, feita com vinho tinto e sumo de groselha negra. Nos restaurantes, onde são servidos os pratos da época, amigos e colegas de trabalho demonstram a sua gratidão pelo ano que acaba, convidando-se uns aos outros para um almoço pré-natalício.

Mesa de Natal. Fotografia: Studio Fotoni OyNo Natal come-se arenque, salmão, presunto, salsichas, patés e cozidos. Há também bacalhau fresco (turska, lipeäkala), que é servido com um molho grosso de béchamel, manteiga derretida e batatas, condimentado com pimenta-da-jamaica (maustepippuri). Os doces tradicionais de Natal costumam ter a ameixa como ingrediente, ou serem recheados com doce de ameixa. Outras das delícias da época natalícia que enche a cozinha com a sua fragrância é o biscoitos de gengibre (piparkakku).

As opiniões expressas nos artigos são da total responsabilidade dos seus autores.

Publicado em Novembro de 2001.

Imprima esta página

actualizados 13-01-2011


© Embaixada da Finlândia, Lisboa | Informações sobre o serviço on-line | Contacto