Directo ao conteúdo
Ministério dos Negócios Estrangeiros da Finlândia

Embaixada da Finlândia, Lisboa: Info Finlândia: Festas tradicionais

EMBAIXADA DA FINLÂNDIA, Lisboa

Rua do Possolo 76-1°
1350-251 Lisboa, Portugal
Tel +351 21 393 30 40, Fax:+351 21 390 47 58
E-mail sanomat.lis@formin.fi
Português | Suomi | Svenska | facebook
Tamanho de letra_normalTamanho de letra_maior
 

No segundo Domingo do mês de Maio celebra-se o Dia da Mãe na Finlândia

Na Finlândia, o Dia da Mãe tem para além do seu significado como uma festa familiar, uma função oficial: desde 1946 que as mães meritórias têm sido condecoradas com as medalhas da "Rosa Branca", da Ordem de Cavalaria.

A ideia de um dia só para as mães nasceu no início do século XX, nos Estados Unidos da América. A mãe de Ann Jarvis, da Virgínia Oeste, mãe de onze filhos sonhou com a ideia de um dia dedicado às mães pelo mundo fora. Infelizmente a concretização desse sonho ficou apenas por conta da sua filha. A mãe de Ann Jarvis faleceu no 9 de Maio de 1905, e dois anos depois, Ann Jarvis organizou uma cerimónia de homenagem no dia do falecimento da mãe. A partir daí começou um trabalho determinado a criar o Dia da Mãe e já em 1914, o presidente Wilson declarou o segundo Domingo de Maio, como um dia de festa nacional.

 

Anémona branca. Fotografía: VisitfinlandAnémona branca. Fotografía: Visitfinland

O conceito do Dia da Mãe depressa se expandiu a outros países anglo-saxónicos e Europa. Na Finlândia a ideologia do Dia da Mãe ganhou um acréscimo de importância em 1918, quando quiseram prestar homenagem às várias mães, enlutadas pela guerra. Em 1919 já se organizaram centenas de festas pelo país fora, principalmente nas escolas primárias. A Segunda Guerra Mundial deu uma nova razão para lembrar as mães. A partir de 1946 têm sido atribuídas condecorações pessoais às mães meritórias e desde 1947 que se tornou um dia oficial de hastear a bandeira nacional. 

A condecoração das mães com flores começou nos Estados Unidos da América, onde se estabeleceu que o cravo seria a flor oficial do dia. Nos anos 30 adoptou-se o hábito de oferecer rosas às mães, e as crianças apanham anémonas brancas dos bosques, nas regiões da Finlândia, onde já estão em flor desde o inicio do mês de Maio.

Em consequência das alterações verificadas nas estruturas familiares e evolução nos princípios da igualdade dos sexos temos assistido ao enfraquecimento gradual das celebrações do Dia da Mãe. Conseguiu-se o estabelecimento do dia no calendário e a auréola que se sobrepõe a todas as mães desde sempre provavelmente nunca perderá o seu brilho.

Imprima esta página

actualizados 06-05-2009


© Embaixada da Finlândia, Lisboa | Informações sobre o serviço on-line | Contacto