Directo ao conteúdo
Ministério dos Negócios Estrangeiros da Finlândia

Traje Nacional Finlandês - Embaixada da Finlândia, Lisboa : Info Finlândia : Traje Nacional

EMBAIXADA DA FINLÂNDIA, Lisboa

Rua do Possolo 76-1°
1350-251 Lisboa, Portugal
Tel +351 21 393 30 40, Fax:+351 21 390 47 58
E-mail sanomat.lis@formin.fi
Português | Suomi | Svenska | facebook
Tamanho de letra_normalTamanho de letra_maior
 

Traje Nacional Finlandês

Artigo escrito para Virtual Finland (actual thisisFINLAND) por Leena Holst, Investigadora, Conselho do Traje Nacional da Finlândia. Tradução: Linguae Mundi, Revisão: Embaixada da Finlândia, Fotografias: Timo Ripatti, Conselho do Traje Nacional da Finlândia.

Dança tradicional num palco ao ar livre em Seurasaari, Helsinquia. Fotografia: Matti Tirri.Dança tradicional num palco ao ar livre em Seurasaari, Helsinquia. Fotografia: Matti Tirri.

Os trajes nacionais finlandeses são réplicas de trajes festivos habitualmente usados nos séculos XVIII e XIX. Estes trajes evidenciavam a mestria dos seus criadores e eram considerados como um bem precioso. Os trajes nacionais combinam graciosamente a herança artesanal popular e rica dos tecidos com o estilo em voga naqueles tempos. Os trajes populares são normalmente usados peça sobre peça.

Cada peça de vestuário é usada de um modo peculiar, e por sua vez, claramente distinto, formando um conjunto opulento e muitas vezes colorido. Tem sido feito um esforço para preservar este espírito nos trajes tradicionais de hoje.

As regiões

Os trajes populares finlandeses estão divididos em dois grandes grupos: o ocidental e o da região da Carélia. Apesar das peças principais que constituem estes trajes serem praticamente as mesmas, a sua aparência torna-se muito diferente, A diferença regional é mais visível nos trajes femininos, ao passo que o vestuário masculino tende a reflectir as tendências da moda. Apenas nos trajes da região da Carélia esta diferença regional é tão subtil que se chegam a distinguir entre várias freguesias.

O vestuário tradicional masculino é composto por uma camisa, calças compridas ou calções, colete, casaca ou casaco, chapéu ou boné, cachecol, meias e sapatos. O vestuário feminino é composto por um smock (N.T.Blusa larga tipo túnica) , saia, corpete ou túnica, avental, casaca, um adereço na cabeça, sapatos e meias. Os acessórios típicos incluem joalharia, cintos, lenços e bolsos pendentes.

O Traje Ocidental finlandês

Uma característica distinta do traje ocidental finlandês, eram as riscas coloridas dispostas em padrões diferentes no mesmo traje. Os tecidos eram usados de forma abundante já que isto era considerado um sinal de riqueza.

MouhijarviTraje Mouhijärvi.

Antigamente, no tempo em que a Finlândia era uma economia auto-suficiente, os tecidos industriais eram mais valiosos do que os tecidos artesanais. Para além da qualidade destes tecidos industriais era também usada uma grande variedade de tecidos importados para a Finlândia. Estes tecidos refinados são, hoje em dia, utilizados na confecção dos trajes nacionais. O traje tradicional feminino apresenta normalmente um corpete com atilhos, um casaco pela anca e um pano às riscas. Já no século XIX, as riscas tornaram-se progressivamente mais finas e os corpetes e as casacas mais curtas. Esta versão foi preservada até aos dias de hoje nos trajes nacionais.

O traje Mouhijärvi é um traje típico da Finlândia Ocidental, composto por um smock muito colorido, saia às riscas, um avental com riscas verticais, um corpete de costas curtas e alças finas, meias brancas e sapatos pretos. O traje é usado juntamente com uma touca "tykkimyssy" (uma touca em forma pontiaguda, ou em forma de boné) ou com uma touca de pano tanu  e uma casaca preta de lã tricotada com um padrão.

Normalmente as raparigas usam uma fita de seda vermelha na cabeça. No traje ocidental finlandês, os aventais aparecem em vários tecidos quer de uma só cor, quer com riscas verticais, ou então com padrões estampados. 

Traje da Carélia

MouhaaTraje feminino de Muolaa. O traje Muolaa aqui apresentado na versão de Inverno, com smock, avental e casaco grosso bordado com fios de lã. O pequeno véu moldado à cabeça é um acessório típico.

O tecido de lã pura ou com 50% de lã dos trajes femininos da região da Carélia é quase branco, preto, índigo ou vermelho. Embora não seja usado tanto tecido como no traje ocidental, o traje da região da Carélia é o mais luxuosamente adornado com bordados coloridos e rendas tradicionais. Os corpetes são de corte direito e solto normalmente numa cor e muitas vezes bordados. As saias deste tipo de traje são muitas vezes finamente pregueadas a toda a volta, embora não tão cheias como as do traje ocidental. Também os aventais da região da Carélia são adornados com uma série de riscas horizontais.

As mulheres casadas usam um lenço de cabeça, um outro acessório para a cabeça a sorokka ou uma touca em linho. As raparigas usam uma fita colorida ou uma säppäli que é uma fita em forma de coroa adornada com tachas de metal. O traje é muitas vezes usado com um casaco de manga comprida de corte simples, em linho ou lã grossa. Alguns dos mais impressionantes trajes da região da Carélia têm sido reproduzidos com bastante pormenor nos últimos anos.

As origens dos trajes nacionais

MyssyFita de tecido ornamentada com renda engomada à volta da touca Tykkimyssy usada lisa sobre a cabeça. As mulheres casadas usam uma touca de seda moldada à cabeça e usada sobre a fita. Esta touca é usada com o traje Askola.

Os trajes nacionais datam de há mais de um século. Foram, inicialmente, inspirados pelo Romantismo Nacional, o movimento nacionalista finlandês e ainda pelo artesanato popular. Hoje em dia, existem mais de 400 trajes nacionais diferentes para mulheres, homens e crianças.

Os trajes tradicionais de hoje são produzidos de acordo com as peças de vestuário populares históricas assim como peças de vestuário encontradas em museus finlandeses.

 

 

Características típicas do traje nacional finlandês

Tanto os homens como as mulheres usam meias tricotadas até ao joelho de algodão fino branco ou colorido, em linho ou lã. As meias são, normalmente, presas por ligas.

O calçado inclui sapatos com fivelas, sapatos pretos de atacadores, sapatos de cerimónia de senhora, ou mocassins em pele natural dependendo do traje.

Os acessórios comuns ou opcionais incluem joalharia, cintos, lenços de pescoço, bolsos e uma variedade de fitas.

Adornos para a cabeça

UusikirkkoAs raparigas usam fitas de seda ou uma fita tipo coroa. Na figura pode ver uma säppäli, da região da Carélia, com tachas de metal pregadas numa fita larga de tecido. Traje Uusikirkko.

 

 

 

 

KorpilahtiOs homens usam um chapéu com pala, um chapéu de feltro com abas, um boné kairalakki ou uma boina em lã. Traje Vanha Korpilahti.

 

 

 

SuomenniemiDiferentes toucas tanu são usadas com os trajes ocidentais. Traje Suomenniemi.

 

 

  

Onde e quando é usado o traje nacional

Continuando a tradição popular, o traje nacional é usado, principalmente, como indumentária festiva. É adequado para qualquer ocasião especial, e pode ser usado como uma indumentária de casamento, em bailes de finalistas, ou como traje típico usado por músicos tradicionais, grupos folclóricos e grupos corais.

Deve ter-se em mente que cada traje nacional é por si só um traje juntamente com todos os acessórios típicos, incluindo toucas, meias, sapatos e joalharia. Os trajes nacionais preservam uma parte valiosa da nossa herança tradicional. Acrescentam também um elemento na cultura moderna da moda finlandesa.

Conselho Finlandês do Traje Nacional

Na última década do século XIX, o Museu Nacional da Finlândia, Suomen kansallismuseo, e o Conselho Nacional de Antiguidades, Museovirasto tornaram-se os responsáveis pela preservação do traje nacional e do respectivo património popular juntamente com as comunidades que fizeram e vestiram trajes nacionais.

SKPNMais tarde, esta tarefa foi atribuída ao Conselho do Traje Nacional da Finlândia, Suomen kansallispukuneuvosto. O Conselho foi fundado em 1979 para coordenar toda a pesquisa, documentação, educação, publicação e informação sobre o traje nacional finlandês. A maior conquista deste Conselho, em termos de pesquisa e educação reside numa colecção de reproduções de trajes recentemente reunida.

Esta colecção engloba actualmente mais de 60 exemplares, todos eles confeccionados usando os métodos tradicionais, por costureiras experientes especialmente treinadas para este fim.

Com o principal objectivo de reflectir a autenticidade das tradições e trajes populares finlandeses, o Conselho do Traje Nacional da Finlândia tem feito um esforço para assegurar que as suas reproduções de trajes sejam o mais exactas possível no que diz respeito a detalhes.

O Conselho do Traje Nacional da Finlândia possui uma junta de especialistas para supervisionar o trabalho aí desenvolvido. Este órgão aprova as peças e todos os trajes novos ou revistos. O Conselho do Traje Nacional da Finlândia é patrocinado por associações e organizações com um interesse directo no traje nacional.

A comunidade sueco-falante tem o seu próprio Conselho do traje, o Föreningen Brage, em Helsínquia.

O Centro do Traje Nacional da Finlândia

O Centro do Traje Nacional da Finlândia, Suomen kansallispukukeskus, foi estabelecido juntamente com o Museu de Artesanato da Finlândia, "Suomen käsityön museo", em Jyväskylä, onde amostras do traje, compiladas pelo Conselho do Traje Nacional da Finlândia, estão em exposição permanente.

As opiniões expressas neste artigo são da exclusiva responsabilidade da autora.

Imprima esta página

actualizados 19-08-2009


© Embaixada da Finlândia, Lisboa | Informações sobre o serviço on-line | Contacto